Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2014

Sobre Infernos: I A Estranheza e Outras Dores

Imagem
Vez ou outra me pego em um desespero quase profundo, sensação de estar na chuva, na lama, no meio desse labirinto chamado ‘mente’, levantando e tentando concatenar as ideias e descobrir onde estou.


Claro que essa sensação tem várias vertentes, mas a que mais está rondando meus últimos dias (semanas, meses, para ser sincera) é a que vou tentar expelir e dissolver a seguir...





(ouça aqui)
Eu acredito ser uma pessoa muito sincera, sincera ao extremo, sem ser mal educada. Acredito ser uma pessoa muito legal e sempre tento ser agradável aos que me cercam (às vezes azeda ou amarga, devido à sinceridade). Mas... ora e outra eu sempre me pego na sensação de ter dito demais, ter sido muito dura, ter sido inconveniente, entrona, me metido ou ter me enfiado guela a baixo das pessoas. Me sinto chata.


(Please)
Essa chatice é quase um estigma, uma chaga, porque dói, e é uma sensação que não vai embora. Para dar o gosto perfeito a essa receita, vêm à tona todas as minhas auto-cobranças e encanações. Põe …