Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

Amores Não Vividos

Imagem
- Tentei achar um vídeo melhor, mas falhei -




Não sei se isso acontece com as outras pessoas, mas eu (ou minha perturbada e abobalhada cabeça de índigo) passo por várias histórias que, além de compor, moldar e alterar o ser que me torno a cada vez que as vivo, se tornam lembranças fortíssimas, lembranças palpáveis, lembranças vivas.


Para as que não são boas, ainda estou desenvolvendo um método de descarte, mas hoje sofro bem menos por (com) elas.


As que são bonitas, se tornam sorrisos e a certeza de que vale a pena viver a vida assim: de cabeça, viver a vida por inteira, se jogar...







Essa semana, uma dessas bonitas histórias me deixou bastante fora do prumo e decidi compartilhar (pelo menos compartilhar como ela aconteceu para mim).

É até engraçado como certas coisas acontecem na vida, uma noite, uma comunidade do orkut, um fórum duma rádio de música eletrônica e a vida muda drasticamente...

Me vi frente a um conto de menininha, daqueles que a gente conta para crianças dormirem e sonharem …

Relatos parte I - Não Morri

Imagem
Depois de tanto tempo longe, vamos ver se não perdi a mão... rsrsrs

Primeiro, clique aqui


Bom, andei afastada por vários motivos: estava demasiadamente triste, perdida e sem internet...

No decorrer desse ano muitas coisas aconteceram, mas nenhuma coisa muito grande, passei o ano torcendo para que 2013 fosse embora logo, acreditando ter sido o ano mais difícil da vida, e então, comecei a entender que 2012 e 2013 foram anos extremamente importantes para a estruturação da minha vida e então passei a agradecer e a olhar com ternura para esses quase 730 dias duros.


Entendi que o Universo estava me dando exatamente o que estava pedindo: caminhar com as próprias pernas, achar e seguir meu próprio caminho, ser feliz.
O foda é que a gente sempre esquece que trilhar novos caminhos significa necessariamente romper e interromper caminhos que trilhamos até então.
Não encontrei um trabalho que me realizasse o quanto esperava, fiquei desempregada, perdi minhas (bem servidas) economias, adquiri dívida…